A exploração da ingenuidade

É normal as pessoas repetirem frases feitas sem prestar atenção no seu sentido.

Muitas vezes depreciamos a nós mesmos quando repetimos ditados populares.
Mas existem alguns ditados populares que são de uma perversidade terrível.
Porisso é bom sempre analisarmos o que vamos dizer antes de o dizer.
Aqui vou citar alguns desses que nunca devemos repetir:
Pra descer, todo santo ajuda! Esta frase tem nitidamente origem protestante e tende a depreciar os santos da Igreja Católica. A idéia aí é zombar da fé dos católicos, mas quem inventou este ditado, foi engando e induzido a ofender o próprio Deus, atraindo sobre si e sobre quem o repete a ira de Deus, pois desconhece as escrituras onde o próprio Deus disse: Sedes santos como eu sou santo! Assim, dizer que ladeira abaixo todo santo ajuda, implica dizer que santo não pode ajudar em nada e com isso, se ofende diretamente o Criador que é três vezes santo. Além disso, o católico que pronuncia isto nega a Comunhão dos Santos que está contida no Credo.
Outra gama de frases cheias de veneno são aquelas que usam o nome de Maria:
maria vai com as outras, maria cebola, maria gasolina, maria fedida, etc. Estas frases foram criadas intensionalmente para atingirem a Virgem Maria, mãe de Jesus Cristo, ou seja, mãe de Deus, porque Jesus Cristo é Deus! Ingenuamente, querendo novamente ofender a Igreja Católica, se ofende a Jesus Cristo, porque se ofende à mâe d'Ele. O que você faria se alguém se atrevesse a xingar a sua mãe? Isso deixa as pessoas, especialmente as que o fazem por perversidade numa situação muito complicada diante de Deus. Porque quando morremos, comparecemos diante de Jesus Cristo, e lá o Diabo disputa nossa alma, apresentando a Deus nossas culpas. Chamamos a Maria também de advogada nossa,porque diante do Filho ela intercede por nós (lembra da avemaria: ...rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte...) e o seu filho que é Jesus, que é Deus, a ouve e não deixa o Diabo carregar a nossa alma para a perdição eterna. É muita ingenuidade e muita estultice ofender a Mãe de Deus!